Projeto Telecentros Comunitários

Os telecentros são espaços sem fins lucrativos, de acesso público e gratuito às tecnologias da informação e comunicação, com computadores conectados à Internet, disponíveis para diversos usos. O acesso é livre, com assistência de monitores. O objetivo principal dos telecentros é promover o desenvolvimento social e econômico das comunidades atendidas, reduzindo a exclusão social e criando oportunidades aos cidadãos. Os telecentros oferecem cursos e atividades de promoção do desenvolvimento local e servir aos moradores das comunidades onde se encontram como um espaço de integração, de cultura e lazer.

O projeto Telecentros Comunitários foi criado pelo Ministério das Comunicações em 2005 e foi implementado por meio de vários editais vencidos pelas empresas fornecedoras dos computadores utilizados: POSITIVO INFORMÁTICA e DIGIBRÁS. No primeiro edital foram fornecidos 6.324 telecentros, instalados praticamente em todos os municípios do país. Na segunda fase do projeto foram instalados cerca de 1.830 telecentros, o que fez desse projeto a mais importante iniciativa de inclusão digital do Brasil, modelo inclusive para telecentros de outros países.

No projeto Telecentros Comunitários, a Metasys foi a responsável pelo fornecimento de toda a solução de software dos telecentros o que incluiu o software dos servidores, Metasys Server Telecentros, e das estações de trabalho, Metasys Desktop Telecentros.

O Metasys Server Telecentros é um sistema operacional baseado em Linux que permite o funcionamento de todas as máquinas (servidores e clientes) de forma integrada, oferecendo os seguintes serviços: acesso à Internet e Intranet, correio eletrônico, servidor web, firewall, proxy e banco de dados, serviços de autenticação de rede, serviços de boot remoto para estações de trabalho. Nele estão também armazenados os cursos e treinamentos utilizados no telecentro.

Já as estações de trabalho do telecentros utilizam o Metasys Desktop Telecentros, que oferece aos usuários acesso à Internet e a ferramentas de produtividade como, por exemplo, navegador web, processador de texto, planilha eletrônica, banco de dados e sistemas de manipulação de imagens, entre outros. Na solução desenvolvida pela Metasys, este sistema é instalado nas estações de trabalho com disco rígido local a partir de uma imagem única do sistema operacional existente no servidor, o que facilita enormemente a implantação e manutenção de um telecentro.

A Metasys também implementou a Central de Monitoramento na sede do Ministério das Comunicações, em Brasília, utilizando a plataforma Metasys Monitor, que possibilitou a gestão de todos os telecentros e estrutura computacional do projeto, distribuídos em praticamente todos os municípios brasileiros.

A importância do projeto Telecentros Comunitários reside no fato de ter possibilitado, entre 2006 e 2011, a inserção do cidadão brasileiro na sociedade da informação por meio da utilização de ferramentas de TICs. Através dos telecentros o cidadão brasileiro passou a utilizar ferramentas digitais e a ter acesso a serviços oferecidos por portais de governo eletrônico, reduzindo assim a exclusão digital e social do Brasil.

 

Telecentros banner

 

Veja o vídeo do projeto