Turistas usam internet sem fio gratuitamente em Tiradentes

Implantado na histórica cidade de Minas Gerais, o projeto “Tiradentes Digital” viabiliza uma rede sem fio para acesso à internet em banda larga no local. A tecnologia, denominada wireless mesh (WiMesh), é distribuída em cinco pontos da cidade e beneficia atualmente 70% dos usuários de internet no município, inclusive os turistas, que podem usar a conexão gratuitamente.

“Tiradentes serve como modelo para podermos implantar o mesmo projeto em outras cidades turísticas ou em cidades com menos de 15 mil habitantes. Normalmente, as grandes empresas ou companhias telefônicas não se interessam em investir em municípios menores. Por isso o governo vai, no prazo máximo de quatro anos, conectar todos os municípios do Brasil à internet banda larga. A prioridade vai ser a conexão nas escolas públicas federais, estaduais e municipais”, afirmou o ministro das Comunicações, Hélio Costa, em comunicado distribuído à imprensa.

O Ministério das Comunicações investiu aproximadamente 560 mil reais em convênio com a UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto), que é gestora do projeto junto com o ministério. O convênio foi feito em função da proximidade entre as duas cidades e a capacidade técnica da UFOP. Os 15 computadores e demais equipamentos foram doados por empresas do setor.

Por ser uma cidade de apenas 7 mil habitantes, Tiradentes funciona, desde março de 2006, como um laboratório digital com condições experimentais bem definidas, o que permite o desenvolvimento de uma metodologia para implantação de modelos sustentáveis de cidade digital.

O projeto já conectou à internet quatro escolas – sendo três na rede e uma por meio de provedor local, uma creche, unidade de saúde e polícia militar, além de 15 computadores na prefeitura. O próximo passo é conectar quatro escolas rurais. Os turistas que se aventuram pela cidade histórica também são beneficiados pela tecnologia: usam livremente a rede.

O sucesso do programa se traduz nos números de acesso.  O índice Hora de Maior Movimento (HMM) apontou um número máximo de 76 usuários ligados simultaneamente à rede, sendo que cada uma das escolas conectadas representa apenas um usuário, independente do número de computadores em uso.

São parceiros do Ministério das Comunicações no projeto Tiradentes Digital a Prefeitura da cidade (por meio da Prodabel), a Oi/Telemar, Correios, Editora Abril, Metasys Tecnologia e Cisco do Brasil Ltda.

 

Fonte: Computerworld



Deixe uma resposta